quinta-feira, maio 06, 2010

Seco.

Eu estava relendo meu blog hoje.
Uma espécie de sentimento estranho desceu pela minha garganta, vagou pelo meu corpo e fez meus olhos transbordarem.
Lama vermelha e densa sobre meus pés
escorrendo pelos meus cabelos
E só eu via, dentro desta redação tão burocrática
O vermelho nítido que me cegava
E não reconheci muitos textos
Foi como se eu não tivesse escritos todos eles
Fiquei surpreso, assustado
Me senti pequeno e angustiado
Como pode?
Era como colocar a mão em vísceras e remexe-las mais fundo.
E depois veio uma paz profunda
Um silêncio melancólico
E a vontade de escrever mais uma vez
Nem que fosse apenas uma frase.
Uma palavra
E cheio do vermelho
Com as mãos em brasa
Eu não consegui.

Um comentário:

forever disse...

Curti muito teus escritos... me vi um pouco em vc.