quinta-feira, fevereiro 28, 2008

Para onde? ou: Eu já fui Jovem

Para onde vão os sonhos?
Que caminho?
Que trilha é essa?
Para onde vamos?
Todos nós?
Onde ficam as noites aquecidas?
Sentados bem em frente à lareira
Para onde vão as conversas, depois do vinho, das imagens, de tudo que vivemos?
Lembro-me de noites (quarenta graus) olhando pela janela, fechando um livro, desligando a tv.
Lembro-me de pensar: “Sei exatamente onde quero estar”.
Por onde anda os amores?
Os amantes?
Faz tanto tempo
Que às vezes acho que me esqueci.
Esqueci o que é ser jovem demais.
Jovem demais para morrer.

Um comentário:

Tônio disse...

Pra onde
Se os guarda-chuvas perdidos vão pros anéis de Saturno.
Pra onde vão os pé de meia perdidos?
Os sonhos perdidos?
E a outra metade das meias verdades?
Quintana!?